Teleoftalmo é finalista do Prêmio APS Forte: Acesso Universal

9 de outubro de 2019 14:03

Somente em Farroupilha, o serviço já atendeu mais de 3400 pessoas e forneceu mais de 1480 óculos gratuitamente

Farroupilha é uma das cidades que possui unidade do Teleoftalmo, serviço criado pelo Telessaúde da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) para ampliar o acesso à oftalmologia. Os atendimentos, centralizados na UBS do Bairro América, são realizados a distância e em tempo real, atendendo pacientes de 49 municípios da macrorregião Nordeste. Conforme dados da Secretaria Municipal de Saúde, desde de sua abertura, em outubro de 2017, até agosto deste ano, mais de 3400 pessoas foram atendidas e quase 1480 óculos fornecidos gratuitamente.

SAIBA MAIS SOBRE A EXPERIÊNCIA EM FARROUPILHA!

A experiência do Teleoftalmo está sendo tão positiva em todo o Estado que foi selecionada como uma das 11 finalistas do Prêmio APS Forte: Acesso Universal, promovido pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e Ministério da Saúde.  O resultado final com o nome das três experiências ganhadoras será divulgado em evento a ser realizado no dia 29 de outubro, na OPAS, em Brasília.

Em todo o Rio Grande do Sul, desde julho de 2017, o serviço foi responsável pela avaliação de 18.069 pessoas. Deste total, 60% dos casos foram resolvidos por meio da telemedicina, evitando o encaminhamento para outros níveis de atenção, muitas vezes distantes do local de residência do usuário.

Saiba mais: https://apsredes.org/premioapsforte/teleoftalmologia-como-estrategia-de-atencao-integral-a-saude-ocular-junto-aos-medicos-e-pacientes-da-rede-de-atencao-primaria-a-saude-do-rio-grande-do-sul-projeto-olhar-gaucho/

Em 2014, o tempo médio para consulta com oftalmologista no Estado era de 19 meses e aproximadamente 14 mil pessoas aguardavam atendimento. A oferta de 727 consultas mensais pela saúde pública era insuficiente para manter o equilíbrio entre demanda e oferta da especialidade.  Hoje, o tempo médio de espera do exame caiu para 4,5 meses (em salas do interior) e 12 meses (nos pontos de coleta metropolitanos).

Prêmio APS Forte para o SUS: Acesso Universal

O Prêmio APS Forte para o SUS: Acesso Universal foi lançado em abril de 2019, pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) no Brasil e a Secretaria de Atenção Primária à Saúde (SAPS) do Ministério da Saúde. A iniciativa recebeu 1.294 inscrições, 946 foram aprovadas sendo que deste total 135 foram recomendadas para premiação. Das 135 práticas apenas 11 foram escolhidas para competir na última etapa. Até esta etapa, a seleção foi feita por um comitê técnico composto por representantes do Ministério da Saúde (MS), da OPAS Brasil, dos conselhos nacionais de secretarias municipais e de secretários de Saúde (Conasems e Conass) e o Conselho Nacional de Saúde (CNS) e pesquisadores. Apenas 348 experiências foram excluídas por não atenderam aos critérios de participação.

Seleção Final

As 11 experiências finalistas estão em análise desde o final de setembro por um time de jurados especiais que tem a missão de julgar as finalistas sob a perspectiva do usuário. Fazem parte do grupo a colunista Claudia Collucci (Folha S. Paulo), a radialista Mara Régia (Rádio Nacional), a repórter Lígia Formenti (Estadão), o médico Drauzio Varella e os jornalistas Luiz Fara Monteiro (TV Record), Alan Ferreira, Chico Pinheiro (TV Globo) e Lise Alves (colaboradora da revista The Lancet). O resultado final será divulgado em evento a ser realizado no dia 29 de outubro, na OPAS, em Brasília.

Premiação

Não há premiação em dinheiro. Haverá a divulgação das experiências em fóruns do setor saúde, a edição de uma publicação técnica eletrônica e uma viagem internacional para os autores das três experiências ganhadoras para conhecer uma experiência internacional de organização de rede de atenção à saúde centrada na Atenção Primária, a ser indicada pela OPAS/OMS. Todos os autores dos trabalhos aprovados comporão a publicação da OPAS.

O objetivo da iniciativa é valorizar, sistematizar e divulgar experiências que ampliam o acesso do cidadão ao Sistema Único de Saúde (SUS), por meio da Atenção Primária à Saúde, e também homenagear os 25 anos da Estratégia Saúde da Família (ESF) no país, um programa que democratizou o acesso ao Sistema Único de Saúde (SUS) no território nacional.

Fonte: Portal da Inovação na Gestão do SUS

Edição: Assessoria de Imprensa e Comunicação Social

Fotos: Adroir Fotógrafo

renata@farroupilha.rs.gov.br

CONTATO

Praça Emancipação, s/n | Bairro Centro | CEP 95170-444

Telefone (54) 3268.1611

Horário de Atendimento: 9h às 16h

CNPJ 89.848.949/0001-50

OUVIDORIA/FALA, CIDADÃO!

Aplicativo Fala, Cidadão!

Praça Emancipação, s/n | Bairro Centro | CEP 95170-444

Telefone (54) 3261.6996 | Whatsapp: 984045537

E-mail ouvidoria@farroupilha.rs.gov.br

Horário de Atendimento: 9h às 16h