Projeto de Lei que institui a Farmácia Solidária no Estado é aprovado na Assembleia

11 de setembro de 2019 10:10

Aprovação do PL cria condições jurídicas para que outros municípios do estado possam instalar farmácias solidárias

 

    Tramitando na Assembleia Legislativa desde o final de março, o Projeto de Lei 158/2019, da Primeira-Dama e Deputada Estadual, Fran Somensi, foi aprovado por unanimidade nesta terça-feira, 10. O PL institui o Programa Solidare – Farmácia Solidária no Rio Grande do Sul. Antes de ser votado no plenário, o projeto passou pelas Comissões de Constituição e Justiça, de Saúde e Meio Ambiente e de Segurança e Serviços Públicos da Casa.

 

 

    O projeto prevê a conscientização, doação, reaproveitamento e distribuição gratuita de medicamentos válidos, além de prever a destinação final de forma correta dos remédios vencidos. Na tribuna, a Deputada frisou que a Solidare foi criada há quatro anos em Farroupilha, e, nesse período, beneficiou 12 mil pessoas, gerando uma economia para os cobres públicos de R$ 1,7 milhões, além de ter evitado que duas toneladas de medicamentos vencidos fossem parar no meio ambiente. A iniciativa busca também evitar a intoxicação medicamentosa e a automedicação.

    Com a aprovação na Assembleia, o Projeto de Lei aguarda apenas a sanção do Governador Eduardo Leite para se transformar em Lei estadual. A expectativa é que isso aconteça nas próximas semanas. Com a Lei, todos os municípios podem implantar as farmácias solidarias.

 

Farmácia Solidare em Farroupilha 

 

 

A Farmácia Solidare existe desde 2015 e tem como objetivos contribuir para o tratamento de saúde de pessoas carentes, reduzir o desperdício de medicamentos, diminuir o descarte incorreto no meio ambiente, evitar a automedicação e as intoxicações.

Mais de 12 mil pessoas beneficiadas

Desde sua inauguração até maio de 2019, a farmácia já recebeu 1.519.926 de medicamentos, o que equivale a mais de R$ 3 milhões. Mais de 12 mil pessoas foram beneficiadas com 927.303 medicamentos.

Em nome da saúde e do meio ambiente!

Além do benefício para a população que necessita de medicamentos, a iniciativa ainda contribui muito para a preservação do meio ambiente. Os remédios não podem ser descartados no lixo comum, então, quando a Farmácia recebe algum que não pode ser doado, o descarte correto dos materiais é realizado. Já foram mais de 2 toneladas de itens devidamente destinados. É por isso que, mesmo que o remédio esteja fora do prazo de validade, é importante que ele seja entregue para a Solidare.

Como ajudar

Para que mais pessoas tenham acesso a medicamentos gratuitos e o meio ambiente esteja cada vez mais protegido, basta entregar os remédios que você não utiliza mais nos seguintes pontos de coleta:

  • Unidades Básicas de Saúde (bairros e centro)
  • Prefeitura Municipal
  • CEAC
  • Sindicato dos Trabalhadores Rurais
  • Câmara de Vereadores
  • Sicredi Instituição Financeira Cooperativa
  • Bigfer Ind. E Com. De Ferragens Ltda

 

Saiba mais sobre a Farmácia Solidare: http://farroupilha.rs.gov.br/prefeitura/gabinete-do-prefeito/primeira-dama/farmacia-solidare/

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Fran Somensi 

 Fotos: Adroir Fotógrafo

Edição: Assessoria de Imprensa e Comunicação Social/ Renata Parisotto

CONTATO

Praça Emancipação, s/n | Bairro Centro | CEP 95170-444

Telefone (54) 3268.1611

Horário de Atendimento: 9h às 16h

CNPJ 89.848.949/0001-50

OUVIDORIA/FALA, CIDADÃO!

Aplicativo Fala, Cidadão!

Praça Emancipação, s/n | Bairro Centro | CEP 95170-444

Telefone (54) 3261.6996 | Whatsapp: 984045537

E-mail ouvidoria@farroupilha.rs.gov.br

Horário de Atendimento: 9h às 16h