Dia Nacional da Vigilância Sanitária é comemorado com curso de capacitação

8 de agosto de 2018 15:25

Dia 5 de agosto é celebrado o Dia Nacional da Vigilância Sanitária. A data foi escolhida por ser aniversário de nascimento de Oswaldo Cruz, cientista, médico, bacteriologista, epidemiologista e um dos maiores sanitarista brasileiros.

As atividades de cuidados sanitários no Brasil surgiram com a propagação de doenças transmissíveis nos agrupamentos urbanos, pois a população aumentava e o saneamento básico não acompanhava esse crescimento.

Segundo o Ministério da Saúde, a iniciativa tem a intenção de promover a conscientização da população, divulgação e esclarecimento aos estudantes, profissionais de saúde e ao público em geral quanto à importância dos temas relativos à data.

Em Farroupilha, duas ações promovidas pelo Departamento de Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde marcaram a data. Na terça-feira, 7, a Capacitação em Boas Práticas para Comercialização de Alimentos reuniu 46 profissionais de diversos estabelecimentos. O curso foi ministrado pela Professora Mestra Sabrina Bartz, do Instituto de Ciências e Tecnologia de Alimentos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. 

 

 

E nos mercados da cidade foram distribuídos imãs de geladeira contendo dicas para uma alimentação saudável e segura.

 

 

Anvisa

A Lei 9.782, de 26 de janeiro de 1999, definiu o Sistema Nacional de Vigilância Sanitária, criou a Anvisa e definiu suas áreas de atuação.

Atualmente, o Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS) é composto pela Anvisa, pelo Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde (Conass), Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde (Conasems), Centros de Vigilância Sanitária Estaduais, do Distrito Federal e Municipais (Visas), Laboratórios Centrais de Saúde Pública (Lacens), Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS), Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Conselhos Estaduais, Distrital e Municipais de Saúde. Todos os órgãos estão vinculados diretamente ou indiretamente ao Ministério da Saúde.

Sanitarista Oswaldo Cruz

 O Dia Nacional da Vigilância Sanitária coincide com a data do nascimento de Oswaldo Cruz, maior nome da história da vigilância sanitária no Brasil.

Oswaldo Cruz nasceu no dia 5 de agosto de 1872, em São Luís de Paraitinga (SP). Aos 15 anos, ingressou na Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro. Antes de concluir o curso, já publicara dois artigos sobre microbiologia na revista Brasil Médico. Em 1896, especializou-se em Bacteriologia no Instituto Pasteur, em Paris. Na época, o local reunia grandes nomes da ciência.

Ao voltar da Europa, Oswaldo Cruz encontrou o Porto de Santos assolado por violenta epidemia de peste bubônica, e logo se engajou no combate à doença. Em 1903, Oswaldo Cruz foi nomeado Diretor Geral de Saúde Pública, cargo que corresponde, atualmente, ao de Ministro da Saúde. À época, deflagrou memoráveis campanhas de saneamento. Em poucos meses, a incidência de peste bubônica diminuiu com o extermínio dos ratos, cujas pulgas transmitiam a doença.

 Ao combater a febre amarela, no mesmo período, Oswaldo Cruz enfrentou vários problemas. Grande parte dos médicos e da população acreditava que a doença se transmitia pelo contato com as roupas, suor, sangue e secreções de doentes. No entanto, Oswaldo Cruz tinha uma teoria diferente: o transmissor da febre amarela era um mosquito. Assim, suspendeu as desinfecções, método tradicional no combate à moléstia, e implantou medidas sanitárias para eliminar focos de insetos. Sua atuação provocou violenta reação popular, a Revolta da Vacina.

 

Texto: Claudia Chiele

Edição: Assessoria de Imprensa e Comunicação Social

Foto: Adroir Fotógrafo

claudiachiele@farroupilha.rs.gov.br

CONTATO

Praça Emancipação, s/n | Bairro Centro | CEP 95170-444

Telefone (54) 3268.1611

Horário de Atendimento: 9h às 16h

CNPJ 89.848.949/0001-50

OUVIDORIA/FALA CIDADÃO

Praça Emancipação, s/n | Bairro Centro | CEP 95170-444

Telefone (54) 3261.6996 | E-mail ouvidoria@farroupilha.rs.gov.br

Horário de Atendimento: 9h às 16h